Eu amo as cigarras

Cigarras, sejam bem vindas à nossa confraternização

Cigarras, sejam bem vindas à nossa confraternização

Muitas pessoas não gostam das cigarras por causa do barulho que elas fazem. Eu não curto muito os insetos, mas sinto enorme simpatia pelas cigarras porque me encanta o som delas.

Não me importa se soltam suas vozes o dia inteiro e nem me incomodo se entram em minha casa, batendo suas asas contra o ar como uma borboleta de ferro. As cigarras me fazem lembrar que ainda existem árvores, onde elas vivem, que tem verde por perto. Amo a natureza a tal ponto que quero correr por aqueles campos sem fim.

As cigarras sempre foram mal vistas, desde aquela história de uma delas com as formigas. E quando falam dessa onda aproveitam para atacar os artistas, porque a cigarra é uma artista. Artistas são vagabundos, não trabalham, ficam o dia inteiro cantando. Assim o dizem. Ingratos! Quantas vezes esse canto sagrado não veio nos trazer alívio à dor? Não importa. Deixem a cigarra morrer de frio e fome lá fora. Quanta insensibilidade!

Mas, como disse, amo as cigarras. Por favor, soltem esses gritos agudos pelo dia e pela noite, enquanto preparo um chá para servi-las. Vamos nos harmonizar nesse sarau natural psicodélico.

Anúncios

2 pensamentos sobre “Eu amo as cigarras

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s