Já tenho livro novo na praça

Imagem

 

Fotos: Michelle Souza

O dia 8 de maio de 2014 foi quando lancei meu quarto livro, A Testinha de Gabá. É o meu quarto trabalho literário e o primeiro dedicado ao público infantil. Considero a experiência de ter escrito e desenhado uma história para os miúdos como uma experiência bem sucedida, que desejo repetir. A obra vem alcançando uma repercussão importante dado o fato de falar do bullying, tema mais do que atual e preocupante.

O lançamento ocorreu no restaurante Carpe Diem, foi bem legal e contou com a participação de dezenas de amigos, familiares e leitores. Houve até um bolo com a capa de Gabá desenhada encomendado pela minha querida tia Graça. 

A ideia desse projeto surgiu há cerca de dois anos, enquanto finalizava meu terceiro livro, A Maldição de Fio Vilela. Comecei a fazer uns desenhos, a história veio à cabeça e daí surgiu minha experiência com a literatura infantil, gênero com o qual sempre quis me envolver. Nesse novo título, falo sobre Gabá, um garoto como qualquer outro que vai entusiasmado para o primeiro dia de aula. Porém, depois de uma brincadeira dos colegas de escola sobre sua “testinha”, o menino fica triste. Consegue superar o episódio quando se une ao pai, um pianista chamado Tião Nonato, para criar uma canção que acaba fazendo brincadeira com o episódio de bullying. Destaquei no enredo a importância de valorizarmos e respeitarmos as nossas diferenças. 

 

Imagem

A minha nova incursão nas letras foi algo bem diferente de minhas experiências anteriores, três livros dedicados ao universo do horror: Não Abra Contos de Terror, Pedaço Malpassado e A Maldição de Fio Vilela. Não pretendo me afastar da literatura sobrenatural, estilo que gosto bastante, no entanto, considerei interessante abrir novas frentes, já que nunca desejei me firmar exclusivamente como um autor de enredos de horror. Me estimula prosseguir com os desenhos, algo para mim inusitado, pois nunca fiz nenhum curso. Os traços saíram na marra e me empolgou o fato de várias pessoas virem me dizer que minhas imagens parecem ter sido feitas por uma criança. Não poderia haver elogio melhor e nem elemento mais propício para se aproximar da garotada.

Não quero mais parar e já estou desenhando uma nova história, que deve se chamar Badu do Bolo, sobre uma menina que prepara deliciosas guloseimas. 

O lançamento repercutiu bem. Tive ótimas matérias na imprensa, como uma nota e uma reportagem de página inteira no caderno super!, do Correio Braziliense, escritas pela repórter Ana Paula Lisboa e editadas por Ana Sá. O material ficou perfeito e possibilitou considerável exposição para A Testinha de Gabá. Houve ainda textos nos sites Correioweb, Jornal de Brasília Online, Candango, além de duas entrevistas de rádio, uma para Luiza Inês, na Nacional AM, e outra para Edileia Martins, na Nacional da Amazônia. Também falei para a Natália Pereira, na TV Brasil. Show!

Os blogs e perfis do Instagram, hoje tão importantes para a vinculação de notícias de cultura e nos quais divulguei meus outros livros, continuam sendo veículo significativo para informar sobre minhas empreitadas literárias. Minha esposa, Michelle Souza, também minha produtora e assessora de imprensa, figura com enorme disposição para trabalhar e soltar o verbo, disponibilizou amplo espaço no Ela Fala dos Bastidores.

Minha amiga Maiesse Gramacho, excelente escritora, que em breve publica novo título, me ofereceu uma possibilidade maravilhosa de falar de bullying e do meu trabalho no seu Arquipélago da Memória num luxo de entrevista ping-pong. A divulgação está começando e há novas fronteiras a se atravessar. Aproveito para agradecer à assessoria de imprensa da Objeto Sim Projetos Culturais, que sempre coloca meus livros na mídia. Grande empresa das amigas Gioconda Caputo e Carmen Moretzsohn.

Imagem

 

 

 

Imagem

 

Imagem

O livro A Testinha de Gabá pode ser comprado no site http://www.thesaurus.com.br por R$ 12. 

Anúncios

Mudança: Lançamento do livro A Testinha de Gabá será no Carpe Diem

 

Devido à interdição da Biblioteca Demonstrativa Maria da Conceição Moreira Salles, o lançamento do livro A Testinha de Gabá, de Marcelo Araújo, foi transferido para o restaurante Carpe Diem (CLS 104). A data e horário estão mantidos para esta quinta-feira, dia 8 de maio, a partir das 19h.

 

Primeiro trabalho do autor dedicado ao público infantil, A Testinha de Gabá trata de bullying. O livro conta como um garoto consegue, por meio da arte, superar o trauma provocado por brincadeiras dos colegas de escola.

 

Marcelo Araújo é autor de Não Abra Contos de Terror (publicado com recursos do FAC – Fundo da Arte e Cultura do DF), Pedaço Malpassado e A Maldição de Fio Vilela. Todos são lançamentos da Thesaurus Editora.

 

Ficha Técnica

 

Lançamento do livro A Testinha de Gabá

Quando: Quinta-feira, 8 de maio.

Horário: 19h

Onde: Restaurante Carpe Diem (CLS 104), Brasília

Quanto: no evento, o livro será vendido pelo preço promocional de R$ 10.

Contatos: Marcelo Araújo (9937-7268) e Thesaurus Editora (3344-3738)

 

Lançamento do meu novo livro será na próxima quinta

Depois de três livros dedicados ao universo do terror, agora  publico um trabalho para o público infantil. A obra chama-se A Testinha de Gabá e será lançada na próxima quinta-feira, dia 8 de maio, a partir das 19h, na Biblioteca Demonstrativa de Brasília Maria da Conceição Moreira Salles (EQS 506/507, na avenida W3 Sul). 

Nesse novo título, abordo o tema bullying nas escolas e como podemos viver melhor ao aceitarmos nossas diferenças. A história ainda valoriza o papel da arte e da educação como instrumentos para combater determinadas questões. Eu mesmo fiz as ilustrações de A Testinha. Abaixo, o convite para a noite de autógrafos. 

Imagem